Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mercado’

A PSA Peugeot Citroën registrou em setembro o seu recorde histórico de vendas mensais de veículos no Brasil, desde sua instalação no país em 2001. No total, no mês passado, foram comercializados no mercado nacional 15.876 carros de passeios e veículos comerciais leves de suas duas marcas, Peugeot e Citroën.

citroenc4picasso

O resultado de setembro representa um crescimento de 45,4% em relação ao mês de agosto deste ano e de 16,6% se comparado a setembro do ano passado. O antigo recorde mensal de vendas do Grupo PSA no país tinha sido registrado em julho de 2008, quando foram comercializados 15.861 veículos das marcas Peugeot e Citroën.

PA401058

O desempenho recorde no mês de setembro reforça a PSA Peugeot Citroën como a quinta maior montadora do país e a primeira entre as « newcomers » (como são chamadas as fabricantes de veículos instaladas no Brasil a partir dos anos 90). Posição que é resultado da forte demanda de modelos como o Peugeot 207 e o Citroën C3, que são produzidos no Brasil.

tfollow

Read Full Post »

Comerciantes usam internet para se aproximarem dos consumidores.

O mercado de veículos seminovos aos poucos busca se recuperar da crise que atingiu o setor. Além da crise financeira mundial, a limitação de crédito e a desvalorização dos veículos usados frente a redução do IPI para os novos, fizeram com que os lojistas amargassem com seus estoques e tivessem prejuízos.

O setor ainda representa retração, mas os números vêm melhorando a cada mês.

Os dados da Fenabrave mostram que em julho deste ano as vendas caíram 9,56% se comparadas ao mês anterior. E quando se olha o comparativo anual, a retração de julho foi de 5,6% com relação ao mesmo mês de 2008. Entretanto os resultados são bem melhores do que os apresentados no começo deste ano, com queda de 23,65% em janeiro.

Segundo pesquisa realizada pelo portal Carro e Cia (www.carroecia.com.br) com revendedores de seminovos, a melhora tem sido sentida de forma bem sutil, já que com a redução do IPI os consumidores estão a procura de carros 0 km.

De acordo com a lei da oferta e da procura, o preço dos seminovos caiu significativamente e tanto representantes do setor, como lojistas estão de acordo de que o valor é o melhor atrativo nessa hora. O consumidor pode aproveitar este momento para fechar bons negócios. O preço do carro usado caiu a uma média de 0,81%. Os populares, que representam 75% das vendas, tiveram uma redução de 0,46%, soma-se a isso a queda nas taxas de juros e facilidade de crédito.

Para não perder nenhum negócio e ajudar na retomada do crescimento do setor, os comerciantes não podem perder o foco no cliente. Para isso, muitos usam ferramentas de internet, que tem ajudado a aproximar lojistas de compradores. “É importante que em tempos de crise, e na recuperação posterior do mercado, o consumidor tenha acesso a informações de produtos disponíveis nas lojas, só assim ele terá um incentivo para efetivar o negócio. Hoje a internet faz muito bem esse papel, pois a maioria dos consumidores, antes de ir à loja, busca informações na rede e já chega bem informado sobre a disponibilidade do produto que ele deseja, sabe a faixa de preço e condições de pagamento”, afirma o diretor do portal Carro e Cia, Antonio Carlos Lopes.

Por meio de mensagens e e-mail, os internautas entram em contato com o lojista, obtém as informações, agendam visitas, test-drives e até fecham negócios. Além disso, o portal Carro e Cia disponibiliza o Leilão ao Contrário para aproximar esses públicos. Nele o consumidor manda para todas as lojas cadastradas a informação de que carros ele tem interesse, e o lojista oferece seus produtos. Por dia são cerca de 30 mensagens de interessados em comprar veículos. Com isso, os comerciantes conseguem efetuar negócios importantes e alavancar as vendas da loja.

tfollow

Read Full Post »

A Nissan vai entrar com um modelo especial, mais esportivo do que já é do seu 370Z.

Ele virá somente na cor amarela e com rodas aro 19′ da marca OZ, uma das melhores do mercado.

Serão apenas 80 unidades produzidas, ou seja, se quiser o seu, vá logo em uma concessionária da Nissan na Europa.

Veja fotos do modelo abaixo:

nissan370z_sc

nissan370z1_scnissan370z2_sc

Read Full Post »

O Mini chega ao mercado com sua versão elétrica. Porém, esse modelo será para poucos, já que apenas 500 unidades foram produzidas para o mundo inteiro e 50 irão só para Berlin, Alemanha.

O Mini chegou a pouco no Brasil e o sistema de carros elétricos e híbridos por aqui ainda não é o principal foco (infelizmente).

Portanto, um modelo elétrico por aqui ainda vai demorar um pouco.

Confiram abaixo as fotos do Mini E.

Mini E.

Mini E.

Bateria

Bateria

Read Full Post »

Desde que assumiu a Citroën, após o fim do pacto com a Mercedez-Benz, Jean Marc-Gales tem planos para tornar a Citroën como a 3ª maior potência automobilística da Europa.

Jean diz o que o consumidor mais gosta de ouvir e o que é um clichê quanto a qualidade : ” O importante não é o volume e sim no desempenho.”

A Citroën vem com travando alianças com Ford e BMW, e com rumores de aliança com a FIAT. Sendo assim, a gigante francesa pularia da sétima posição para a terceira.

O ranking é liderado pela Volkswagen.

Read Full Post »

De fato, o mais comum são carros lançados lá fora e depois de grande sucesso, vir parar no mercado brasileiro. Mas a história está tomando um novo rumo. Primeiro o sucesso e o belo design do Peugeot 207 aqui no Brasil fez com que despertasse interesse no mercado europeu, que logo começou a produzi-lo, mas pelo nome de 206+.

Agora é a vez da Renault com seu modelo Sandero Stepway. Com o grande sucesso que vem fazendo os modelos Crossovers pelo mundo, o Stepway é um dos próximos a pintar nas terras européias. O carro não trará mudanças no design externo, mas sim embaixo do capô e internamente. Menos poluente e mais seguro, o Stepway tem grandes chances de vendas na Europa.

Detalhes do Crossover

Detalhes do Crossover

Stepway Europeu

Stepway Europeu

Read Full Post »

Antes cotada para fazer parceria com a Chrysler no mercado norte-americano, agora a Automotive News divulgou ontem (17) que a Fiat pode firmar uma parceria com a General Motors para atender mercados da Europa e América Latina.

prediogmfiat

Talvez essa aliança pode ser efetivada de forma paralela á união com a Chrysler. E isso resultaria na formação do segundo maior grupo automobilístico do mundo, o que ficaria atrás apenas da Volks.

Com a tranquilidade que a Fiat está no mercado em relação à crise financeira, parece que a parceria é bem possível mesmo. A única coisa que não se encaixaria seria em relação à Europa, que a GM tem a Opel já cuidando desse mercado.

Se antes a Fiat precisava da ajuda da GM pra se reeguer, agora acontece o contrário, mas será que os italianos vão conseguir tirar a GM do buraco?

Read Full Post »

Há 20 anos, a Chevrolet lançava no Brasil o Kadett, um dos ícones de bom gosto e estilo na época.

kadett_11

Lançado em 1989, inicialmente na versão hatchback e em outubro, na versão station-wagon, com o nome de Ipanema, o Chevrolet Kadett destacava-se por ser compacto por fora, mas com amplo interior, incluindo também os potentes motores de 1.8 e 2.0 litros. 

ipanema-2

Nos seus 20 anos de Brasil, o Kadett atingiu a marca de exatas 451.496 unidades (Kadett e Ipanema) comercializadas no mercado interno. Nesse período, a Chevrolet desenvolveu diversas versões de destaque, entre elas o Kadett Turim, série especial alusiva à Copa do Mundo de Futebol de 1990, realizada na Itália; o Kadett GSi Conversível de 1992, um dos ícones de esportividade na época; e as versões esportivas Kadett GS (de 1989 a 1991) e GSi (de 1991 a 1996) e Sport (1996 a 1997). O sucessor do Kadett no mercado brasileiro foi o Astra.

kadett_gs

Veja os principais fatos que marcaram a história do Kadett no Brasil.

1989 – Em abril, apresentação do Chevrolet Kadett à imprensa, no Rio de Janeiro; em 19 de outubro, lançamento do Chevrolet Kadett Ipanema.
1990 – Em março, escolha do Chevrolet Kadett como “Carro Oficial da Fórmula 1”, em 14 de maio foi apresentado à imprensa o Chevrolet Kadett Turim, série especial alusiva à Copa do Mundo de Futebol de 1990, na Itália.
1991 – Em março, o Chevrolet Kadett é eleito “Carro do Ano” pela revista Autoesporte.
1992 – Tem início em janeiro a comercialização do Chevrolet Kadett GSi 2.0 conversível.
1993 – Nos dias 1º e 2 de abril, a GM apresenta à imprensa especializada o Chevrolet Kadett Ipanema de quatro portas; em 1º de junho, a linha de montagem da fábrica de São José dos Campos (SP) atinge a marca de 30.000 Kadett Ipanema produzidas.
1994 – Em novembro, a linha de montagem do Chevrolet Kadett e do Chevrolet Ipanema é transferida de São José dos Campos (SP) para São Caetano do Sul (SP).
1996 – Em agosto, deixa de ser produzido o Chevrolet Kadett GSi.
1998 – Em 16 de setembro, o último Chevrolet Kadett deixa a linha de montagem em São Caetano do Sul (SP).

Read Full Post »

O Brasil é o país onde a venda de SUVs está cada vez crescendo mais.

Em 2008 houve um aumento de 35,7%, sendo este o maior crescimento no mundo inteiro. Foram 147.875 utilitários esportivos emplacados no ano.

Com isso, o mercado se animou e cada vez mais novos modelos estão surgindo em território brasileiro.

Uma das montadoras que está investindo pesado esse ano é a KIA, que traz modelos como Sportage, Sorento e Mohave.

Além da Kia, o mercado também encontra modelos da Chevrolet (Captiva),da Ford (Edge e Ecosport), Honda (CRV) e Mitsubishi (Pajero dentre outros).

Kia Sportage

Kia Sportage

Ford Edge

Chevrolet Captiva

Read Full Post »

Entre os primeiros 20 mercados internos mais expressivos para a categoria SUV – Sport Utility Vehicle, em 2008, o Brasil ocupou o lugar mais alto do pódio: crescimento de 35,7% em relação ao ano anterior. Foram emplacados 147.875 utilitários esportivos contra 108.964 unidades em 2007. Ainda assim, o Brasil é o 12º mercado interno de SUVs. O pior desempenho, nessa categoria, foi da Venezuela, que anotou queda de 49,6%. Os venezuelanos emplacaram 49.793 unidades, em 2008, ante as 98.711 SUVs do ano anterior.

ford-edge_02
 
O levantamento é da Jato do Brasil – Informações Automotivas, subsidiária da inglesa Jato Dynamics.
 
No ranking dos 20 mercados, na categoria SUV, oito países obtiveram taxas de crescimento. Além do Brasil com 35,7%, compõem a lista a Rússia (30,3%), China (28,7%), Canadá (6,5%), Alemanha (4,2%), Índia (0,6%), Suíça (0,5%) e Grécia (0,2%).

Na avaliação de Luiz Carlos Augusto, diretor de vendas e marketing da Jato do Brasil, “em alguns países como nos Estados Unidos, Espanha, Venezuela, França, o resultado negativo dessa categoria de veículos é consequência direta da crise financeira internacional. No caso Brasil, os SUVs ainda terão um longo caminho a percorrer, mas sobretudo com motorização inferior a 2.5 litros. Até porque em mercados mais ´maduros`, os SUVs já passam por uma forte seletividade, a da consciência ambiental”.

Read Full Post »