Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pneus’

Na grande São Paulo, 46,7% dos veículos de passeio circulam com os faróis desregulados, com grandes riscos de ofuscamento que podem causar acidentes. Esse é o resultado de um balanço divulgado pelo portal WebMotors e Grupo Germinal, com apoio da CET, que organizam um programa de Inspeção de Segurança Automotiva (ISA) em São Paulo. A inspeção foi realizada com 1.092 veículos, com idade média de oito anos e 75,5 mil quilômetros rodados, no período entre setembro de 2008 a maio de 2009.

Além dos faróis desregulados, o balanço do programa ISA constatou uma série de falhas graves decorrentes da falta de manutenção preventiva nos carros inspecionados. Vazamento de óleo do motor, extintor de incêndio fora do prazo de validade, pneus carecas e problemas elétricos estão entre os defeitos mais comuns. Confira o resultado do balanço do programa, com base nos 1.092 veículos inspecionados:

· 46,7% apresentam faróis desregulados;

· 30,5% têm vazamento de óleo, que indica problemas no motor;

· 27% circulam com extintor de incêndio vencido;

· 25,6% estão com os pneus carecas;

· 17,4% têm o escapamento enferrujado;

· 16,3% das baterias têm funcionamento deficiente;

· 12,5% apresentam problemas no sistema de embreagem;

· 11,8% têm o limpador e/ou lavador do pára-brisa danificado;

· 11,3% circulam com as lanternas de iluminação da placa traseira queimadas;

· 10,7% estão com problemas nos freios.

No caso da falha mais comum, a falta de regulagem nos faróis, pode causar sérios acidentes, principalmente em vias de mão de dupla, onde o ofuscamento pode levar à perda da direção. Além disso, faróis desregulados podem resultar em multa (infração ao artigo 223 do Código Brasileiro de Trânsito) e retenção do veículo para regularização. A regulagem é bastante simples, e pode ser feita em um centro automotivo de confiança.

O segundo problema mais comum, o vazamento de óleo, constatado em 30,5% dos carros inspecionados, pode indicar sérios problemas no motor do veículo. O extintor de incêndio vencido, verificado em 27% dos carros que passaram pela inspeção, também pode resultar em multa. Pneus carecas, verificados em 25,6% dos veículos, colocam a segurança do motorista e dos seus passageiros em risco.

A falta de manutenção preventiva causa sérios prejuízos ao trânsito de São Paulo, onde foram removidos, nos primeiros quatro meses de 2009, 12.295 veículos, em média, por mês, segundo a CET. Nos últimos dois anos, o volume de remoções aumentou 26,8% na cidade de São Paulo.

Read Full Post »

Projeto inédito no mercado de bicicletas, em parceria com o Instituto Via Viva, recicla pneus inservíveis de bicicletas, preserva o meio ambiente e ajuda na inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

A bicicleta agora é um veículo de transporte 100% reciclável no Brasil. A Caloi, empresa líder na fabricação de bikes no País, acaba de lançar um projeto para a reciclagem de pneus de bicicletas.

caloi_saco_azul_blog_sc

Essa iniciativa tem o apoio do Instituto Via Viva, que tem como objetivo preservar a vida, promovendo o desenvolvimento profissional e a geração de renda para pessoas com deficiência. Além disso, o projeto contribui para o meio ambiente, uma vez que a bicicleta é um meio de transporte que não emite gás carbônico na atmosfera.

Segundo Juliana Grossi, diretora de marketing da Caloi, os problemas com o futuro do planeta nunca estiveram tão em evidência e a bicicleta está cada vez mais ganhando o seu espaço e aumentando o seu compromisso com a sociedade. “Nós sempre buscamos fazer uma bicicleta 100% reciclável e hoje conseguimos grandes feitos com esse projeto, como incentivar a prática do esporte, dar uma alternativa de meio de transporte e ainda colaborar com a inserção de pessoas com deficiências no mercado de trabalho”, explica a executiva.

Os pneus inservíveis podem ser depositados nos coletores, já instalados em cinco bikes shops de São Paulo. Por meio de materiais no ponto de venda a Caloi incentiva os consumidores a entregarem os pneus inservíveis, ganhando um selo “verde” para sua bike e assim contribuindo para o movimento de reciclagem. Outros pontos de coleta para captar esses pneus também foram instalados nas fábricas da Caloi, em Atibaia e Manaus.

O projeto funciona por meio da parceria com empresas de logística: Expresso Itatiba, Itatibense Transportes e Logística, Gean Transportes e Rekarga Transportes. Essas empresas encaminham, após a coleta, os pneus de bicicleta arrecadados aos Ecopontos Via Viva®, onde pessoas com deficiência mental e/ ou física, assim como pessoas em situação de risco social, capacitadas profissionalmente pela AVAPE, fazem a triagem do resíduo. O material é armazenado temporariamente e enviado ao centro de reciclagem, onde é transformado em chips de borracha (pequenos pedacinhos de borracha), que são utilizados em vários produtos, como o Concreto DI®, por exemplo.

Os pontos de coleta estão localizados nas seguintes bikes shops:

– Ciclo Ravena (Rua Diogo Jacome, 690 – Vila Nova Conceição)

– Blue Bike (Av. Diógenes Ribeiro de Lima, 3.040 – Alto da Lapa)

– Bike North (Rua Conselheiro Moreira de Barros, 596 – Santana)

– Bike North (Av. Lins de Vasconcelos, 2.304 – Vila Mariana)

– Bike North (Rua Maria Cândida, 776 – Vila Guilherme)

Via:Maxpress

Read Full Post »

Quem nunca se perguntou, pra que serve esse “245/40 R17 91Y” escrito num pneu?

pneus

Para os desinformados de plantão, viemos ajudar: 
A lateral de um pneu fornece varios dados sobre o mesmo, inclusive a velocidade máxima que ele pode alcançar. Num 245/40R17 91Y, o 245 é a largura da banda de rodagem (245mm), 40 diz que seu perfil tem 40% de altura em relação à banda (40% de 245mm = 98mm), o 17 é o tamanho do aro em polegadas, o 91 é o índice de carga e a letra Y revela que ele pode suportar até 300km/h. Até 270km/h usa-se a letra W, e para acima de 300km/h usa-se “Y”, com as aspas mesmo.

Read Full Post »

E a temporada 2009 da Fórmula 1 vem com espectativa de grandes disputas.

A briga pelo título promete ser forte com Hamilton, Raikkonen, Felipe Massa e Alonso. Há também os grandes coadjuvantes como Kubica, Kovallaine, Timo Glock e Vettel, que dificultam mais e deixam a Fórmula 1 ainda mais emocionante.

 

Com a Honda como uma incógnita, não sabemos se Bruno Senna fará sua estreia pela fórmula 1. O caso é que investidores estão estudando a proposta de voltar com a Honda para o cenário de corridas automobilísticas.

Mudança entre pilotos

A única mudança entre os pilotos foi a Saída de David Coulthard, para a entrada da jovem promessa Sebastian Vettel, que deixou a Toro Rosso para defender a bandeira da RBR.

Sebastian VettelSebastien Bourdais STR Sebastien BuemiSebastien Bourdais

 

David CoulthardMark Webber RBR Sebastian VettelMark Webber 

 

Mudanças nos Carros

Algumas mudanças foram feitas na aerodinânica dos carros, forçando-os a usar mais a mecânica para instabilidade dentro das pistas. O aerofólio também foi alterado, tornando-se móvel, a ponto do piloto decidir qual melhor momento para alterar o ângulo em determinada parte da pista. As asas também tiveram que diminuir de tamanho, permitindo assim que os pilotos façam curvas mais próximos, facilitando a ultrapassagem.

 

A utilização de Pneus Slicks ( lisos) é outro fator que ajuda na velicodade, e com os novos regulamentos, essa monotonia que estava se tornando na fórmula 1 está prestes a acabar.

GPs

Os  GPs sofreram algumas alterações, tendo como principal a substituição do último GP, que antes era no Brasil, agora passa a ser em Abu Dhabi. 

  1. Austrália
  2. Malásia
  3. China
  4. Bahrain
  5. Espanha
  6. Mônaco
  7. Turquia
  8. Inglaterra
  9. Alemanha
  10. Hungria
  11. Europa
  12. Bélgica
  13. Itália                                              
  14. Singapura
  15. Japão
  16. Brasil
  17. Abu Dhabi

 

Circuito de Mônaco

 

 

Com as novas mudanças no regulamento e a pressão dos pilotos coadjuvantes sobre os principais competidores, a Fórmula 1 de 2009 promete fortes emoções.

Read Full Post »