Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘reciclagem’

Como mais uma iniciativa para reduzir impactos ambientais, a Honda substituiu a proteção do disco de freio dos automóveis destinados à exportação por um material fabricado a partir de garrafas tipo PET.

PA398052

Feita anteriormente de material adesivo, a proteção é colocada nas rodas dos veículos produzidos na fábrica de Sumaré/SP (Honda City, New Fit, New Civic e Civic Si) e destinados aos demais países da América do Sul e México para evitar a oxidação dos discos de freio durante o transporte marítimo.

A nova proteção, feita de plástico reciclado de garrafas PET, foi projetada para encaixar nas rodas sem que haja a necessidade de utilizar cola, o que torna o material totalmente reciclável e reduz os impactos ambientais causados pelo descarte.

Nos testes realizados antes da substituição do material, a proteção feita de garrafa PET resistiu satisfatoriamente a diferentes temperaturas. Além disso, o novo material não retém sujeira, não acumula água e demonstrou ser bastante resistente, garantindo a integridade dos discos de freio dos veículos.

tfollow

Read Full Post »

Todo o mês a Autoglass, empresa especializada em vidros e acessórios automotivos com forte atuação no mercado segurador, encaminha para a reciclagem mais de 140 toneladas de resíduos de vidros. A iniciativa, pioneira no Brasil, teve início em 2008, por meio do Projeto Reciglass (www.reciglass.org.br), do Instituto Autoglass Socioambiental de Educação – IASE.

A preocupação com o destino final do material fez com que a empresa implantasse a logística reversa, envolvendo todas as 25 unidades do país, garantindo a destinação correta dos vidros descartados. Por meio de caminhões próprios da rede é feita a logística de transporte da sucata de vidro para o estado de São Paulo, onde acontece o pré-tratamento de separação do vidro e do plástico, que são formados os para-brisas, e que permitirá a reciclagem do produto para transformá-lo em garrafas e outras aplicações.

Segundo Fernando Carreira, presidente do Instituto Autoglass, a responsabilidade socioambiental, além de ser um dever de toda a empresa, deve se tornar parte da cultura corporativa, para que seja possível contribuir efetivamente com o progresso e com a sustentabilidade social. “Hoje a sociedade tem o entendimento generalizado que o impacto ambiental do veiculo é gerado apenas pelo CO2 emitido, entretanto, na vida útil do veículo muitas peças são substituídas sem uma destinação adequada como filtros, pastilhas e outros”, alerta Carreira. “O para-brisa, se descartado na natureza, não tem prazo de decomposição e para ser reciclado necessita de um pré-tratamento, ao contrário dos vidros comuns”, acrescenta Carreira

Lei

Motivado pelo pioneirismo da Autoglass, o deputado estadual pelo Espírito Santo, Luciano Pereira (PSB), conseguiu, em 2008, que o governador do Estado, Paulo Hartung, sancionasse a lei nº 9.013/08, obrigando as empresas que trabalham com a venda e instalação de vidros automotivos a destinarem seus produtos à reciclagem, tornando-se o primeiro Estado a criar uma lei específica de reciclagem de vidros.

A iniciativa começa a se propagar em outras regiões, como é o caso do Mato Grosso, com proposta do deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), que já encaminhou proposta para a Assembléia Legislativa e na Bahia, por meio do deputado Capitão Tadeu (PSB), que prepara um projeto de lei que será apresentado nos próximos meses, ambos com o intuito que seja obrigatória a reciclagem de vidros automotivos.

De acordo com o deputado Guilherme Maluf, o projeto se constituirá em uma nova atividade econômica, proporcionando a abertura de novos postos de trabalho, pelo fato específico de um material, que antes era poluidor e sem possibilidade de nova utilização, ser transformado em matéria-prima, novamente destinada aos fabricantes de vidro.

tfollow

Read Full Post »

Projeto inédito no mercado de bicicletas, em parceria com o Instituto Via Viva, recicla pneus inservíveis de bicicletas, preserva o meio ambiente e ajuda na inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

A bicicleta agora é um veículo de transporte 100% reciclável no Brasil. A Caloi, empresa líder na fabricação de bikes no País, acaba de lançar um projeto para a reciclagem de pneus de bicicletas.

caloi_saco_azul_blog_sc

Essa iniciativa tem o apoio do Instituto Via Viva, que tem como objetivo preservar a vida, promovendo o desenvolvimento profissional e a geração de renda para pessoas com deficiência. Além disso, o projeto contribui para o meio ambiente, uma vez que a bicicleta é um meio de transporte que não emite gás carbônico na atmosfera.

Segundo Juliana Grossi, diretora de marketing da Caloi, os problemas com o futuro do planeta nunca estiveram tão em evidência e a bicicleta está cada vez mais ganhando o seu espaço e aumentando o seu compromisso com a sociedade. “Nós sempre buscamos fazer uma bicicleta 100% reciclável e hoje conseguimos grandes feitos com esse projeto, como incentivar a prática do esporte, dar uma alternativa de meio de transporte e ainda colaborar com a inserção de pessoas com deficiências no mercado de trabalho”, explica a executiva.

Os pneus inservíveis podem ser depositados nos coletores, já instalados em cinco bikes shops de São Paulo. Por meio de materiais no ponto de venda a Caloi incentiva os consumidores a entregarem os pneus inservíveis, ganhando um selo “verde” para sua bike e assim contribuindo para o movimento de reciclagem. Outros pontos de coleta para captar esses pneus também foram instalados nas fábricas da Caloi, em Atibaia e Manaus.

O projeto funciona por meio da parceria com empresas de logística: Expresso Itatiba, Itatibense Transportes e Logística, Gean Transportes e Rekarga Transportes. Essas empresas encaminham, após a coleta, os pneus de bicicleta arrecadados aos Ecopontos Via Viva®, onde pessoas com deficiência mental e/ ou física, assim como pessoas em situação de risco social, capacitadas profissionalmente pela AVAPE, fazem a triagem do resíduo. O material é armazenado temporariamente e enviado ao centro de reciclagem, onde é transformado em chips de borracha (pequenos pedacinhos de borracha), que são utilizados em vários produtos, como o Concreto DI®, por exemplo.

Os pontos de coleta estão localizados nas seguintes bikes shops:

– Ciclo Ravena (Rua Diogo Jacome, 690 – Vila Nova Conceição)

– Blue Bike (Av. Diógenes Ribeiro de Lima, 3.040 – Alto da Lapa)

– Bike North (Rua Conselheiro Moreira de Barros, 596 – Santana)

– Bike North (Av. Lins de Vasconcelos, 2.304 – Vila Mariana)

– Bike North (Rua Maria Cândida, 776 – Vila Guilherme)

Via:Maxpress

Read Full Post »